Ecovia do Litoral

Avenida 8, n.º 12 | 4500 Espinho 41°00'56.8"N 8°38'38.3"W

Descrição

A Ecovia do Litoral tem cerca de 12 km. É possível fazer o seu percurso a caminhar ou de bicicleta e contemplar as várias praias no seu trajeto, ambientes urbanos e populares como os bairros e cenas da vida dos pescadores. Se tiver sorte, poderá ver estes homens na sua faina, a descansarem ao sol à espera do próximo regresso ao mar ou as artes de pesca.

O litoral de Espinho possui um cordão dunar que se estende de Silvalde até à Lagoa de Paramos/Barrinha de Esmoriz. Nesta área, existem habitats constantes no Plano Setorial da Rede Natura 2000, uma rede ecológica para o espaço comunitário da União Europeia. Os passadiços desta Ecovia serpenteiam, sobem e descem pelo cimo das ondas dunares, sendo utilizados pelas pessoas para fazerem desporto ou se deslocarem para as praias. Junto à faixa litoral, pousadas nas areias ou esvoaçando no ar, é possível ver centenas de gaivotas e outras aves que convivem, pacificamente, com este aumento de atividade.

Partindo da praia do Marbelo em direção a sul, esta Ecovia dá acesso às seguintes praias (sentido norte-sul): Marbelo, Seca, Azul, Pop, Costa Verde, Baía, Sereias, 37, Mar, Pescadores, Pau da Manobra e Paramos. Antigamente, esta Ecovia terminava na barreira natural da Lagoa de Paramos/Barrinha de Esmoriz. Contemple as paisagens de dunas, praia e mar, os edifícios emblemáticos da cidade, tais como a Piscina e Balneário Marinho, o Casino ou o FACE, a zona piscatória da cidade, onde pode ver os barcos e as redes da Arte Xávega e o Campo de Golfe mais antigo da Península Ibérica. Com as recentes obras que se fizeram e a inauguração dos novos Passadiços da Lagoa/Barrinha existe, agora, uma bonita ponte em madeira com uma vista soberba sobre esta pérola da Natureza que tem de ser preservada e permite a passagem para a outra banda.

É possível, em Esmoriz, pedalar junto ao mar em direção a Cortegaça, passando pelo bairro dos pescadores. Em Cortegaça, o desportista pode também continuar pela ecopista da zona florestal que vai em direção ao Furadouro. Se for um daqueles profissionais com grande preparação, no Furadouro pode pedalar em direção à Ponte da Varela, no concelho da Murtosa, onde encontra a Cicloria.

Para os apreciadores de longas caminhadas, partindo da praia do Marbelo em direção a norte, pode ir até à Ponte Luís I sobre o Rio Douro, culminando na zona ribeirinha e histórica de Vila Nova de Gaia e do Porto.

Depois de um longo passeio, está na hora de voltar a Espinho!

Lembre-se que, agora, é possível transportar as bicicletas no comboio e muitas das localidades por onde passam estes trajetos têm estações/apeadeiros, podendo fazer-se muitos tipos de planeamento.